Deputado Juscelino Filho – DEM/MA desfigura Medida Provisória de Bolsonaro que mudava o código de trânsito

A MP (medida provisória), que ampliava o prazo para renovação da CNH (Carteira Nacional de Habilitação) e dobrava a pontuação permitida para motoristas de 20 para 40 pontos, foi enviada ao congresso em meados de agosto.

A medida, que virou o PL 3267/19, que visava desburocratizar e facilitar a vida do motorista — em especial àqueles que são profissionais (caminhoneiros, taxistas, motoristas de aplicativo, etc) — virou um monstro de 7 cabeças que dificulta ainda mais a vida de quem trabalha na profissão e de todos os motoristas.

O relatório do deputado Juscelino Filho – DEM/MA endurece as regras para uso da cadeirinha (seu uso passa a ser obrigatório para crianças de até 10 anos), extingue os corredores virtuais para motoboys (aumentando o caos no trânsito) e beneficia as máfias dos DETRANs com a obrigatoriedade de que laudos psicotécnicos só possam ser emitidos por clínicas conveniadas. Além disso, mais 100 emendas que ferram ainda mais a vida do motorista brasileiro foram acatadas no Projeto de Lei, que ainda deve ser votado.

Bolsonaro já se comprometeu a VETAR o PL, se aprovado da forma que o relator Juscelino Filho propõe, mas enfatizou que a última palavra é do congresso, que pode derrubar o veto do presidente.

A quem o deputado canalha está servindo desfigurando o projeto dessa forma? Está recebendo propina de governantes locais e burocratas que vivem às custas do roubo de motoristas praticado pelos DETRANs? Está com raiva porque a mamata do “Toma lá, da cá” acabou no governo Bolsonaro? Ou está querendo deliberadamente trabalhar contra a população porque entende que punir motoristas, permitindo que eles sejam extorquidos e humilhados, é o melhor caminho? Será que o deputado vai cumprir as regras de trânsito que ele quer impor a todos ou vai descumprir e usar da sua influência para não pagar as multas de trânsito das quais for vítima?

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: