Traficante do PCC grampeado pela Policia Federal diz que diálogo com o PT era bom e xinga Moro

Em matéria exibida ontem pela Record TV, foram divulgados áudios de grampos telefônicos obtidos a partir de investigação do Ministério Público do Paraná onde o traficante Alexsandro Pereira (vulgo Elias), preso pela Polícia Federal, fala da situação da organização criminosa após a transferência dos líderes da facção para presídios federais, realizada pelo governo federal, no começo deste ano. Elias reclama da atuação do Ministro Sérgio Moro, xingando o mesmo em determinado momento da gravação.

Além de criticar as ações promovidas por Moro, Elias fala que nos governos do PT o diálogo era bom e “cabuloso”.

Este é um fato grave que aumentam nossas suspeitas de que o PT, durante seus governos, facilitava a vida de criminosos e suas organizações. Medidas como a ampliação da progressão de pena, as políticas de desencarceramento, o desarmamento, a própria corrupção, as mortes suspeitas (como a do ex-prefeito Celso Daniel) até hoje não esclarecidas… todos estes fatos mostram como o PT, intencionalmente ou não, sempre beneficiou o crime que ocorreram durante os governos do partido. Outro fato importante a ser lembrado nesse sentido é a participação das FARC (grupo terrorista colombiano) no Foro de São Paulo, organização internacional da qual o PT faz parte.

Diante de tudo isso e do histórico cultural da esquerda em promover a destruição de valores e a inversão dos mesmos, não surpreende que bandidos de organizações criminosas famosas sintam falta dos governos petistas e do diálogo que havia com eles. Agora como Moro e Bolsonaro a história é outra!

Infelizmente, a grande mídia brasileira não deu a devida atenção a notícia divulgada pela Record. Nem Folha, nem Veja, nem Globo divulgaram ou citaram os áudios do traficante preso. Isso só prova o quanto nossa mídia não é confiável e está comprometida com o PT e as esquerdas. Além disso, persegue a Lava Jato e o governo Bolsonaro. Portanto, compartilhem ao máximo o vídeo e a notícia para que mais pessoas saibam a quem os governos petistas serviam, e não era aos trabalhadores.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: