Valdevan Noventa (PSC), o deputado da tornozeleira, volta a usá-la.

Nessa quinta-feira (1), o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Celso de Mello suspendeu as decisões da Justiça Eleitoral que concedeu ao deputado Valdevan Noventa (PSC) o direito de retirar a tornozeleira e tomar posse do cargo em Brasília.

Com isso, o deputado terá que volta a usar o equipamento de monitoramento eletrônico, não terá permissão para se ausentar do estado, e será obrigado a se apresentar à Polícia Federal de Sergipe. Essa decisão também envolve os seus assessores, Evilázio Ribeiro da Cruz, João Henrique Alves dos Santos e Karina dos Santos Liberal.

No ano passado, o deputado e seus assessores supracitados haviam sido presos. Ademais, o nome de Valdevan está envolvido em diversas polêmicas, as últimas estão relacionadas a um vídeo, no qual ele acordava o envio de recursos para uma cidade paulista, e também pelo embate com o ex-parlamentar André Moura devido a interesses no comando do diretório local do PSC.

Autor: Cleber Correia.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: