A importância das manifestações do dia 26/05. – Flávio Oliveira.

Nosso país passa por um momento crítico onde decidiremos por qual sistema queremos ser governados. É preciso entender o que se passa para poder agir da melhor forma.

Todos que votaram em Bolsonaro e que ajudaram diretamente em sua campanha teve seus próprios motivos, mas sem dúvida alguns motivos eram comuns a todos. Entre eles estão o fato de Bolsonaro ser honesto, verdadeiro, e ser o portador das mudanças que o Brasil precisava.

Infelizmente, muitos pensaram que apenas a eleição de Bolsonaro bastava para tudo se resolver. Muitos sabiam que não seria fácil, mas se afastaram do debate político por vários motivos. Mas agora realidade está se impondo e exigindo de cada um que faça sua parte para garantir que as mudanças propostas na eleição sejam executadas.

Grande imprensa, Políticos tradicionais (CENTRÃO), corporações, esquerda, movimentos e partidos com interesses próprios, TODOS estão contra Bolsonaro e querendo derrubá-lo a qualquer custo para manter privilégios e o velho sistema que dominava o país até o ano passado. Bolsonaro não mudou depois que foi eleito e isso incomoda o sistema. Onde já se viu presidente não negociar cargos, combater a agenda progressista (aborto, ativismo LGBT, etc) e cumprir promessas de campanha? Por isso, um governo paralelo se forma em Brasília com a cooperação entre os poderes legislativo e judiciário para atrapalhar o Brasil e tirar a legitimidade do presidente Bolsonaro, afim de que ele se torne apenas um fantoche, sem qualquer poder de decisão e seja obrigado a renunciar ou sofra processo de impeachment. As provas disso estão aí: Tiraram o COAF de Moro; a criminalização da homofobia aprovada pelo STF; as tentativas de barrar o decreto da posse de armas e de instalar CPIs para combater o uso das redes sociais e a pressão vinda delas. A situação só não é pior por causa justamente desta pressão. Nesta semana, conseguimos evitar que fosse criado mais 2 ministérios e que os auditores da Receita Federal perdessem o poder de investigar crimes fiscais. Mas a situação é muito grave e vai muito além disso.

Só o povo na rua, mantendo pressão constante sobre os poderes, pode mudar essa situação e fazer com que as reformas necessárias para o Brasil andar e as pessoas que estão desempregadas, sofrendo por conta do egoísmo daqueles que só pensam em seus próprios bolsos, poderem ver um luz e ter a chance de um futuro digno.

Dia 26/05 é o dia em que teremos uma nova eleição. Escolheremos se queremos o Brasil governado pelo STF e pelo Centrão (que representa tudo que não presta na política) ou se queremos o Brasil governado pelo presidente que elegemos, Bolsonaro, e com a autoridade suficiente para implementar as reformas e mudanças que o Brasil precisa.


Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: