Caso Brumadinho: É preciso desmentir e combater as narrativas mentirosas da esquerda. – Flávio Oliveira.

Mais uma vez a esquerda e a imprensa canalha tem mentido e omitido fatos em relação a tragédia de Brumadinho afim de vender a sociedade a narrativa de que a culpa pelo ocorrido é dos novos governos (Zema e Bolsonaro) e que a ideia de menos regulamentações e menos burocracia na legislação ambiental seria prejudicial e causaria mais tragédias.

Os que propagam essa falsa narrativa podem ser chamados de IGNORANTES ou SEM CARÁTER! Por acaso a legislação ambiental brasileira é permissiva? Por acaso a quantidade de regulamentações, de licenças e a burocracia é pequena!? TODOS SABEMOS QUE NÃO!
E tudo isso não evitou que 2 tragédias ocorressem em 3 anos.

Os esquerdistas e a extrema imprensa omitem propositadamente que foi o governo do PT em Minas que autorizou a ampliação de 2 minas na região de Brumadinho (https://www.oantagonista.com/…/governo-pimentel-deu-aval-p…/), omitem também que um decreto assinado por Dilma, na época do desastre de Mariana – também naquele estado, deu brechas para que os responsáveis por tragédias como essa saísem impunes.

E é aí que chegamos as causas da recorrência desse tipo de tragédia: CORRUPÇÃO e IMPUNIDADE.

Se tivesse havido punição para os responsáveis pela tragédia em Mariana, provavelmente esta em Brumadinho não tivesse acontecido, pois a empresa teria tomado todo o cuidado – independente de burocracia e licenças.

E num país ainda corrupto como o Brasil, ainda mais durante os governos do PT, será que mega empresas como a Vale seguem as regras impostas pelo Estado? Basta lembrar o caso, o dos grandes frigoríficos (BRF e JBS), que segundo as investigações do MP, subornavam fiscais para “passar” carne de má qualidade.

Ou seja, burocracia, licenças e regulamentação em excesso só servem para prejudicar os pequenos e médio empresários. Os grandes não são afetados – pois conseguem e tem condições de burlá-las – e ainda acabam tendo garantido monopólio em vários setores devido a elas.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: