DESCRIÇÃO DO LIVRO: AS CRÔNICAS DO ESTADO BABÁ

livro 3d jpg

O que dizer de um país independente há menos de 200 anos, mas com 07 Constituições pelas costas, a última instaurada há 30 anos, e com cerca de 250 artigos e 95 emendas? Tal absurdo é chamado de “direitos” pelos entusiastas da Carta Magna. O que define bem o estereótipo brasileiro. Nosso povo é uma nação de bebês chorões atrás de privilégios. Vivemos em um país cheio de regulações absurdas. Convivemos com 5,4 milhões de regras e determinações de conduta, como algumas apresentadas por mim no livro AS CRÔNICAS DO ESTADO BABÁ.

O que me motivou a escrever esse livro foi a sensação de asfixia que eu sentia ao ler alguma notícia revelando a natureza totalitária dos nossos burocratas, incapazes de compreender que a vida se resume a Liberdade e Propriedade. Nessa publicação apresento 14 crônicas, muitas com dois ou três temas, sendo eles: 

TÍTULO DA CRÔNICA TEMA
FLOR DE SAL A PROIBIÇÃO DE SALEIROS NAS MESAS DE RESTAURANTES NO ESPÍRITO SANTO
O ESTADO CONTRA-ATACA COTA DE FILMES BRASILEIROS EM CINEMA, TV E STREAMING
HEREDITARIEDADE CLANDESTINA CONTA O EPISÓDIO OCORRIDO EM CAMPINAS QUANDO UMA AVÓ QUE DAVA CARONA A SEUS PRÓPRIOS NETOS PRA ESCOLA FOI AUTUADA POR TRANSPORTE ESCOLAR IRREGULAR POIS NÃO TINHA UM ALVARÁ
ALFREDO, O EUNUCO DO ESTADO BABÁ FALA SOBRE O DESARMAMENTO (NACIONAL), O DESFACAMENTO (RESTRIÇÃO OCORRIDA NO RIO) E O REGISTRO EM CARTÓRIO PARA PORTE E TRANSLADO DE ESTILINGUE (NO MATO GROSSO)
PIOR QUE A SEGUNDA-FEIRA SÓ O GOVERNO PROIBIÇÃO DE GARUPA DE MOTO EM SP, PASSAGEM DE ÔNIBUS “GRÁTIS” PRA MULHER DE PRESIDIÁRIO NO RIO E REGRAS DE COMPORTAMENTOS PARA TAXISTAS, COMO PROIBIÇÃO DE CONVERSAR COM O PASSAGEIRO SOBRE FUTEBOL, RELIGIÃO E POLÍTICA
ESTATIZARAM O DR. DOLITTLE FALA SOBRE O VETERINÁRIO DE SP QUE FOI PROIBIDO DE CUIDAR DE ANIMAIS DE RUA DE GRAÇA UMA VEZ POR SEMANA
O GRANDE ASSALTO LEI QUE PROIBIA COBRAR POR ESTACIONAMENTOS DE SHOPPINGS, LEI DE MG QUE PROIBIA QUE SUPERMERCADOS E HIPERMERCADOS ABRISSEM AOS DOMINGOS, LEI QUE CRIAVA A PROFISSÃO DE GARÇOM OBRIGANDO O CLIENTE A PAGAR 10% DE GORJETA GOSTANDO OU NÃO DO SERVIÇO
O OPEN BAR JUDAICO SOBRE A LEI QUE PROIBIA FESTAS OPEN BAR
ESTADO DE COMA PROIBIÇÃO DE SITES PORNOGRÁFICOS NO BRASIL,  COTA DE 25% DE CARDÁPIO DE RESTAURANTES E CHURRASCARIA PARA VEGANOS, LEI QUE OBRIGAVA RESTAURANTES (INCLUINDO RODÍZIO) A DAR 50% DE DESCONTO PRA QUEM FEZ REDUÇÃO DE ESTÔMADO, LEI QUE PROIBIA A VENDA DE CARNE ÀS SEGUNDAS-FEIRAS
QUANDO O PAI É QUEM GERA, MAS É O GOVERNO QUEM OS CRIA LEI QUE OBRIGAVA OS PAIS A COMPARECER EM REUNIÕES DOS FILHOS NA ESCOLAS SOB PENA DE: PROIBIÇÃO DE INSCRIÇÃO EM CONCURSO PÚBLICO OU DE PARTICIPAR DE CONCORRÊNCIAS PÚBLICAS, OBTER EMPRÉSTIMOS EM BANCOS FEDERAIS OU ESTADUAIS, OBTER PASSAPORTE E CARTEIRA DE IDENTIDADE E RENOVAR MATRÍCULA EM ESCOLA PÚBLICA OU PRIVADA.

 

A ENTERRADA FINAL DO BASQUETE SOBRE O PUBLICITÁRIO DO RECIFE QUE FOI PROIBIDO DE DAR AULAS DE BASQUETE DE GRAÇA PARA CRIANÇAS CARENTES NA QUADRA QUE ELE MESMO REFORMOU POR NÃO POSSUIR DIPLOMA DE EDUCAÇÃO FÍSICA
A JUVENTUDE É UMA BANDA NUMA PROPAGANDA DE SUCO DETOX PROIBIÇÃO DE REFIL DE REFRIGERANTE EM FAST-FOODS, PROIBIÇÃO DE PROPAGANDA DE REFRIGERANTES EM EVENTOS ESPORTIVOS, CONTRA-PROPAGANDA DO GOVERNO NAS LATAS E EMBALAGENS DE REFRIGERANTES COM IMAGENS SEMELHANTES AS CONTIDAS NOS MAÇOS DE CIGARRO, MOSTRANDO OS MALES DO CONSUMO
JOÃOZINHO, O TRANS-ETÁRIX SOBRE A PROIBIÇÃO DE PROPAGANDA INFANTIL NAS MANHÃS DA TV ABERTA
232,77 GRAUS CELSIUS COTA DE LIVRO BRASILEIRO EM VITRINE DE LIVRARIA E A PROIBIÇÃO DE GRANDES VAREJISTAS DE DAREM DESCONTO DE MAIS DE 10% EM LIVROS VENDIDOS NA INTERNET

 Procurei explorar todos esses temas de forma debochada, mas crítica, pois nada disso é função do estado. Nossas escolhas individuais jamais podem ser reguladas por lei ou decreto paternalista com a desculpa de ser um bem maior.

O livro conta com 134 páginas, é impresso em papel pólen e possui uma capa em papel triplex de luxo. O custo de impressão foi todo financiado com o trade de criptomoedas e não contou com nenhum tipo de patrocínio, pois tamanha liberdade literária só poderia ser alcançada sem laços. A renda obtida com a vendagem do livro será usada para cobrir despesas de transporte que terei em palestras sobre liberdade individual que darei em escolas, universidades, eventos culturais e qualquer outro lugar que queira me ceder um espaço pra falar.

Afinal, eu sou a prova viva da perseguição que o paternalismo pode fazer, há dez anos fui processado por não pagar imposto de renda e até hoje sou réu em um processo que continua “em andamento”, apesar de arquivado há 05 anos. Recentemente me tornei réu também por dizer, em rede social, a um petista o óbvio: lulismo é uma cracolândia mental. Fui agredido na rua juntamente com minha esposa, fui ameaçado, perseguido e, ainda sim, processado por “danos morais”. Meu julgamento ocorreu no último dia 20 de março, e de lá pra cá tenho aguardado minha sentença.

Esse livro é minha resposta a esse monstro de rutilância chamado estado, a essa coisa abominável chamada coletivismo, e a essa aberração que é a ditadura do politicamente correto. Não me considero um herói, mas me considero um lutador que jamais irá baixar a cabeça para quem quer que seja que tente retirar de mim a minha consciência individual.

O livro no formato impresso pode ser comprado no site da minha editora: www.editoraatlante.com.br ou diretamente comigo aonde quer que me encontrem. No formato e-book é possível comprar no site da Amazon. A obra foi prefaciada por Leonardo Lisboa, presidente do Instituto Liberal de Sergipe, e a arte da capa trata-se de uma tradução de uma charge do americano Ben Garrison feita por Uatá Lima do site “foda-se o estado”, na concepção final da capa adicionei uma espiral e uma corda pra passar a sensação de sufocamento que o estado babá nos proporciona.

Para acompanhar meu trabalho segue os links da minha editora e da minha página de notícias no facebook:

@atlanteoficial

@atlanteonline

Clayton de Souza

Sou apoiador da Direita Sergipana na cidade de Tobias BarretoSE, tenho vários artigos postados no blog da Direita Sergipana, 04 livros publicados e sou responsável pela página Liberal/Conservadora “Atlante Online”.

9 comentários em “DESCRIÇÃO DO LIVRO: AS CRÔNICAS DO ESTADO BABÁ

  • 1 01-03:00 abril 01-03:00 2018 em 08:58
    Permalink

    Política de cotas em concursos públicos e o nivelamento por baixo do Enem são outras medidas que fazem proliferar a mediocridade intelectual deixando o Estado mais poderoso frente a uma população inerte sem capacidade de criticar. Vou comprar o livro e usar seus exemplos para abrir a mente dos meu próximos. Só mais uma coisa. Tem um erro na conjugação do verbo definir logo no primeiro parágrafo: está escrito “defini” em vez de “define”. Abração.

  • 2 02-03:00 abril 02-03:00 2018 em 09:26
    Permalink

    Opa, muito obrigado Alan Almeida, aguardo ansiosamente a compra do livro e a divulgação nas redes sociais. Quanto ao erro de digitação, já foi alterado. Muito obrigado pela dica.

  • 13 13-03:00 abril 13-03:00 2018 em 01:00
    Permalink

    Gostei muito do deste post. Faço uma sugestão: A de incluir o tema domínio do pensamento das massas pelos diversos meios principalmente pela TV e escola.

  • 13 13-03:00 abril 13-03:00 2018 em 07:27
    Permalink

    Bom dia, meu xará, de Clayton para Clayton, a penúltima crônica do meu livro, intitulada: “JOÃOZINHO, O TRANS-ETÁRIX”, aborda o tema do domínio de pensamento pela TV, aonde um menino comum, fã de Transformers passa a agir como uma pessoa do sexo feminino, inclusive acreditando ser mais velho do que fato é, logo substituindo seus personagens infantis masculinos por novos ídolos como a Ana Maria Braga e a Fátima Bernardes nas manhãs da TV. O “Trans-etárix”, começa a virar um militante vegano, feminista, LGBTX, islâmico (sic), marxista e anti-fascista. Caso se interesse pelo livro, lançarei ele dia 21/04 na sede do Direita Sergipana (Avenida Edésio Vieira de Melo, 806 – Suissa, Aracaju/SE às 14:30) e posteriormente, no dia 10/05, na Universidade UNIT/Farolândia, Aracaju/SE, às 17 horas. Mas o livro também pode ser adquirido no site da minha editora com frete grátis pra todo o Brasil: http://www.editoraatlante.com.br. Abraço, obrigado pelo comentário.

  • 13 13-03:00 abril 13-03:00 2018 em 09:27
    Permalink

    Perfeito, de mais, só podia se um Clayton para alertar a população sobre esses fenômenos.
    Sim eu me interesso pelo livro você tem ele na Amazon no formato para Kindle? Se tiver já vou baixar o “Joãozinho, o trans-etárix”

  • 13 13-03:00 abril 13-03:00 2018 em 10:06
    Permalink

    Estou fazendo uma diagramação específica para ebook (Kindle), acredito que até o fim do mês já esteja disponível para download. Mas será do livro inteiro “As Crônicas do Estado Babá”, o “Joãozinho, o trans-etárix”, é só uma das crônicas que fazem parte da obra.

  • 25 25-03:00 abril 25-03:00 2018 em 15:12
    Permalink

    Obrigado

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: