Depois de condenado, Lula agora está mais próximo da cadeia

Lula está condenado em 2° instância e o mundo não acabou, o Brasil não parou e nem está pegando fogo, como muitos da militância – e até da alta cúpula petista – pregavam que ia acontecer caso a justiça fosse feita e condenasse aquele que é o símbolo da corrupção, o psicopata capaz de tudo pelo projeto de poder do seu partido. E agora, com a decisão de ontem no STF, Lula está mais próximo da cadeia.

Na última terça-feira, o ministro do STF Alexandre de Moraes, que já se manifestou a favor da possibilidade do condenado começar a cumprir pena após condenado em 2° instância, decidiu que o deputado João Rodrigues (PSD-SC), condenado pela Justiça Federal, deve cumprir imediatamente a pena de 5 anos e 3 meses. Moraes afirmou que a execução provisória da pena é compatível com a Constituição. Com isso, caso o STF paute a divergência do Ministro Marco Aurélio Melo – relator de duas ações que pedem mudança do entendimento atual – sobre o cumprimento de prisão em 2° instância, é mais um voto certo a favor de que tudo continue como está e Lula pode começar a cumprir pena muito em breve. São necessários 6 votos para isso.

Nos últimos 3 anos a Operação Lava Jato tem lavado a alma do Brasil e dos brasileiros ao investigar, denunciar, condenar e prender corruptos de todos os partidos, mas principalmente dos que compunham o governo petista e aliados. O criminoso com maior pena, até agora, é o ex-governador do Rio de Janeiro Sérgio Cabral, que já acumula 87 anos de prisão. Além dele, Eduardo Cunha, vários ex tesoureiros do PT, José Dirceu e Palocci estão presos ou condenados. Mas falta a cereja do bolo. Os brasileiros normais, que não tem bandidos de estimação, querem ver Lula preso. Não se pode aceitar que os lacaios, os empresários beneficiados com o esquema e figuras menores estejam presas, mas o chefe da quadrilha esteja solto, fazendo campanha eleitoral pelo Brasil e ameaçando perseguir – caso volte ao poder – aqueles que estão investigando ele e cumprindo a lei. Infelizmente, foi isso que aconteceu no Mensalão, quando Lula foi inocentado e a população teve que engolir que ele não sabia de nada. Mas desta vez, com a popularidade baixa, as mobilizações que vem desde 2013 pedindo justiça contra Lula e a pressão nas redes sociais, a coisa tende a ser diferente.

Hoje Lula e o PT estão isolados, só tendo ao seu lado os ditadores bolivarianos, as tiazinhas funcionárias públicas iludidas com o discurso populista, os maconheiros esquerdistas e feministas das universidades federais, os sindicalistas da CUT, os vagabundos do MST e a militância do Pão com Mortadela. Apesar disso, o discurso de que “não há provas” ainda engana muitos daqueles que tem uma boa lembrança do governo Lula – graças ao populismo por ele adotado, mas que acabou nos levando a crise que vivemos hoje. A mais nova tentativa dos esquerdistas e petralhas é tentar colocar no mesmo nível (o esgoto petista) aqueles que recebem o benefício LEGAL que é o Auxílio Moradia – a exemplo de Sergio Moro e Bolsonaro -, aos criminosos do PT condenados pela justiça.

Todas essas tentativas da grande mídia esquerdista, dos artistas militantes e da esquerda cara de pau de tentar passar a ideia que todos são podres como eles devem ser rechaçadas e desmascaradas. Eles que são podres e defensores de bandidos.

A vigilância e a pressão sobre os ministros do STF (principalmente sobre Rosa Weber, voto indefinido na questão da prisão em 2° instância), sobre o congresso e políticos ensaboados – que insistem dizer que preferem ver Lula ser derrotado nas urnas ao vê-lo preso (talvez por também estarem devendo e com medo de serem os próximos) – e sobre a imprensa deve ser mantida para que possamos em breve comemorar de fato a prisão de Lula e sua esperada saída da política.

pixuleco atrás das grades (2).jpg

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: